14/07/2011

Cantiga de Amigo






Nem um poema nem um verso nem um canto
tudo raso de ausência tudo liso de espanto
e nem Camões Virgílio Shelley Dante
---o meu amigo está longe e a distância é bastante.

Nem um som nem um grito nem um ai
tudo calado todos sem mãe nem pai
Ah nem Camões Virgílio Shelley Dante!
---o meu amigo está longe e a tristeza é bastante.

Nada a não ser este silêncio tenso
que faz do amor sozinho o amor imenso.
Calai Camões Virgílio Shelley Dante:
---o meu amigo está longe e a saudade é bastante!


José Carlos Ary dos Santos

1 comentário:

  1. Olá, Amiga:
    quero agradecer-te o comentário e o que me contaste sobre as "atribulações de uma blogger"...rsrs
    Depois, dizer-te que É óptimo ler Poesia de Ary e mais este que não conhecia.
    Nota: desejo ardentemente que NUNCA me percas de vista!
    Bom Fim de Semana,
    Abração do
    RUI

    ResponderEliminar