14/11/2014

Como se dobrasse os séculos...



"A velha dobrou as pernas como se dobrasse os séculos. Ela sofria doença do chão, mais e de mais se deixando nos caídos. Amparava-se em poeiras, seria para se acostumar à cova na subfície do mundo?"


Mia Couto

3 comentários:

  1. .

    .

    . "Somos Pó e Luz" .

    .

    .

    ResponderEliminar
  2. BRISA DO SUL,

    aí está esta perversa realidade dos tempos, dos anos, das inevitabilidades cruéis das existências humanas.

    Um abração carioca enquanto é tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim sendo, "cá vai" um abraço lisboeta, ainda (espero!) muito a tempo...

      Eliminar