22/11/2014

Não te julgues...



Não te julgues um "incompreendido", porque todos o somos. Dizeres-te incompreendido é supores-te privilegiado, com direito à compreensão alheia. Não te digas incompreendido. Vê antes se te compreendes a ti.


Vergílio Ferreira

Sem comentários:

Enviar um comentário