08/11/2014

Podes ir...



Podes ir.
Fecha a porta,
sem gesto nem cuidado,
que ninguém habita por baixo deste tecto.
A minha voz
já não tem pessoa dentro.

Mia Couto

2 comentários:

  1. Cheguei aqui há poucos momentos. Dei uma ligeira volta pelo seu blog e fiquei fã. Vou voltar com mais tempo. Uma boa noite para si!

    ResponderEliminar
  2. Apetece tantas vezes dizer isto.

    ResponderEliminar