16/06/2015

Não há silêncios...



Não há silêncios gravados nas paredes das casas habitadas pelos muros.
O vento sopra devagar, o sol aquece as velhas relíquias que um dia alimentaram o coração.
Não há silêncios nem distancias que me impeçam de chegar.


São Gonçalves

1 comentário: