26/02/2016

Contigo...


Sem ti, o amor é solto, é areia.
Contigo, é força, é veia, é mar.
Sem ti, amor é recital de sereia.
Contigo, é tão real... é respirar!
Sem ti, ando louco, sem sentido.
Contigo, tudo é pouco nesta vida.
Sem ti, sinto-me frio, fico despido.
Contigo, visto a tua pele despida!
Sem ti, adormeço, definho, fico velho.
Contigo, sou casta de vinho maduro.
Sem ti, não sonho, atrofio, engelho.
Contigo, sou fogo ateado ao futuro!
Sem ti, eu vivo em pecado comigo
e só me redimo ao teu lado... contigo!


João Morgado

1 comentário:

  1. Belo poema, recheado de sentimentos, bom fim de semana

    ResponderEliminar